10 DICAS SOBRE AMAMENTAÇÃO -CONSULTORA DE ALEITAMENTO
BABY PLANNER MATERNIDADE

10 COISAS PARA SE CONHECER SOBRE ALEITAMENTO MATERNO

Muitas mulheres têm dificuldade em amamentar seu bebê e acabam recorrendo, logo na primeira dificuldade, ao fornecimento de fórmula ao seu recém nascido. Contudo, existem muitos benefícios no aleitamento materno que não são fornecidos ao amamentar os bebês com fórmula. Aqui, estão listadas 10 coisas importantes para se conhecer sobre o aleitamento materno.

 

O leite materno é muito mais saudável

É certo que as fórmulas estão cada vez trazendo mais nutrientes. Contudo, eles ainda não são capazes de fornecer anticorpos que são trazidos no leite materno. Com isso, os bebês têm menos problemas respiratórios (resfriados, sinusites, etc…) e menos infecções de ouvido, de acordo com o médico Jim Sears, coautor do Livro do Bebê. Eles também sofrem menos com diarreias e constipações, além de diminuir muito a chance de ter alergias.

 

A mãe pode ficar mais saudável também

A longo prazo, o aleitamento materno ajuda a evitar o câncer de mama e ovário. A curto prazo, o contato físico ajuda a criar um laço afetivo com seu bebê. Além disso, há um grande efeito na liberação de hormônios na mãe, como a prolactina, que ajuda a manter a depressão pós parto longe de você, e a ocitocina, que ajuda o útero a contrair. Ah, e isso queima muitas calorias também!!

 

Amamentar é difícil no começo

Sempre considere matricular-se em aulas para aleitamento materno enquanto você está grávida e esteja preparada para procurar por ajuda quando o seu bebê nascer. Ninguém está aqui para mentir para você. Nos primeiros dias, você pode experimentar o que nós, especialistas chamamos de sensibilidade, mas que você, com certeza, chamará de dor. Mas uma vez que seu bebê esteja amamentando, o desconforto deve diminuir durante cada sessão e sumir completamente com o tempo. Mas não ignore uma dor que aumente. Uma protuberância nos seios acompanhados de dor e vermelhidão pode ser uma obstrução do duto do mamilo, o que pode levar a uma mastite, uma infecção que poderá requerer antibióticos.

O importante é sempre buscar ajuda para conhecer melhor o processo de amamentação, seja consultando uma especialista em aleitamento materno (eu) ou buscando ajuda com seu médico. Eu, fundadora da Baby Planner Company posso te ajudar nesse processo, por meio da consultoria do aleitamento personalizada.

 

Amamentar economiza dinheiro 

Se você amamenta no peito na maioria das vezes e usa fórmula somente em casos extremos, você irá economizar um bom bocado no tempo que você estiver amamentando. Mesmo se você tiver que comprar uma bomba para os seios.

 

Você é a fonte de alimento, então cuide-se 

Mantenha a ingestão das vitaminas utilizadas no pré-natal, tome cálcio e beba pelo menos 2 litros de água por dia enquanto estiver amamentando. A mãe precisa se manter bem hidratada e alimentada. Além disso, irá precisar de 200 a 300 calorias a mais diariamente. Você precisará aprender a relaxar, caso contrário, o estresse poderá impedir a lactação. Tome um bom banho quente, acomode-se em uma poltrona confortável e lembre-se de respirar enquanto ajuda o seu bebê a fazer a pega correta do seio.

Se você precisar de medicação, sempre consulte um médico antes. A maioria dos medicamentos, mas não todos, são possíveis de serem utilizados concomitantemente com a amamentação. Da mesma forma, deve-se evitar o consumo de álcool, mas um pequeno drink de vez em quando é seguro. Apenas lembre-se de esperar pelo menos duas horas após a ingestão para alimentar o seu bebê. Assim, o álcool será processado pelo fígado e rins e será eliminado do seu corpo. Existem testes de farmácia que auxiliam a verificar se ainda contém álcool no corpo, antes de amamentar, para que você lactante se sinta mais segura.

 

Amamentar pode ser extremamente conveniente

Nenhuma corrida louca até o supermercado ou farmácias. Nenhuma perda de tempo em horários inconvenientes para tentar conseguir um pouco de fórmula. Sem limpeza a toda hora. O leite materno está instantaneamente disponível e entregue aquecido. Mais, suprimentos alimentícios são uma coisa a menos para enfiar naquela mala de fraldas lotada.

Viajar também fica mais fácil. Presa em um avião por horas? Seu bebê nunca ficará sem seu alimento. E uma vez que você ache seu ritmo, amamentar enquanto cuida de outra criança pode ser muito útil.

Uma única coisa: toda a responsabilidade está em você. Se precisar de um tempo, veja a próxima dica.

 

Leite materno + formula é uma opção

Se você trabalha fora e não tem tempo para amamentar ou condições de levar a criança com você, a fórmula pode ser utilizada em momentos em que não estará presente e o seu bebê precise se alimentar. Se lembre, apenas, que quanto mais tempo ficar sem amamentar, menor será a sua produção de leite.

 

Muitas mulheres coletam seu leite e por todas as razões

Primeiro, algumas mulheres fazem a ordenha do leite para aumentar a produção de leite ou para aliviar o excesso de leite produzido. Se o bebê teve uma ótima noite de sono e você acordou com bastante leite, pode ser que seja útil guardá-lo para uso futuro.

Segundo, há aqueles momentos em que o leite guardado poderá ser bem utilizado. Basta que o papai ofereça o leite armazenado para poder prover aquela refeição noturna ou durante a madrugada, ajudando você a descansar.

Por fim, há mães que trabalham, que fazem duas ou três pausas curtas durante o dia de trabalho para ordenhar (manualmente ou com a bombinha) o leite materno. Se você quiser fazer isso, discuta suas intenções com seu chefe ou consulte outra mãe na empresa que o fez, para ter certeza de que terá espaço e privacidade. Um sutiã especial pode permitir multitarefa – respondendo a e-mails ou lendo enquanto você bombeia. Invista em uma bomba elétrica dupla para acelerar as coisas.
No entanto, este leite deve ser descartado, pois provavelmente não será armazenado adequadamente, o que é um risco à saúde do seu bebê. Se a intenção for coletar o leite para armazenar, deve fazer isso em condições de higiene corretas e deixá-lo na geladeira (por até 12 horas) ou no freezer (por até 15 dias).

A ordenha seguida de descarte do leite não prejudica em nada a amamentação e nem fará com que seu bebê, fique com menos leite para se alimentar, muito pelo contrário. Tanto a ordenha manual, quanto a feita com bombinhas (elétricas ou não), auxiliam no aumento da produção do leite e impedem que ocorram problemas decorrentes do acúmulo do leite nas mamas.

 

Eventualmente, acabará

Às vezes, o bebê perde interesse. Outras, as mãe já estão saturadas. Coloque mais alguém para te ajudar no processo de amamentação, de modo a facilitar a transição para as mamadeiras. Se deixar de amamentar resultar em uma mãe mais feliz, isto será o melhor para o bebê. Lembre-se que além de alimentar, o ato de amamentar cria um elo de afeto e no momento em que a amamentação não é mais adequada a determinada mãe, ela pode e deve tentar outras técnicas como a mamadeira, por exemplo, que é um método mais eficaz do que uma amamentação materna exclusiva sacrificada.

 

Todas somos diferentes

Lembre-se que cada mulher e cada bebê reagirá de uma maneira. Faça o seu melhor para se sentir feliz! E, caso necessite de auxílio, não deixe de procurar a Baby Planner & Co para fazer uma consultoria de aleitamento.

 

 

Você também vai gostar!

Sem Comentários

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.