AZZARO TEM NOVO DIRETOR CRIATIVO – MAXIME SIMOËNS – Blog da Dominique do Valle
MODA

AZZARO TEM NOVO DIRETOR CRIATIVO – MAXIME SIMOËNS

Azzaro nomeia o estilista francês Maxime Simoëns como novo diretor criativo da grife.

O cargo pertenceu a Arnaud Maillard e Alvaro Castejón, até julho do ano passado, o qual ocuparam por três anos, hoje tem novo representante: Maxime Simoëns, que assume imediatamente a posição.

Maxime assume como designer da marca francesa criada por Loris Azzaro, em 1962, sendo responsável pelas linhas de alta-costura, ready-to-wear e acessórios masculinos e femininos. A data para apresentação de sua primeira coleção está prevista para julho do corrente ano.

“É uma honra enorme dar um pouco da minha visão para a herança do fundador da marca, Loris Azzaro. O seu espírito livre e anti-conformista, a sua visão avant-garde de elegância e o seu hedonismo descompromissado são grandes fontes de inspiração para mim. Eu estou muito feliz de poder reinterpretar os códigos dessa marca legendária através de roupas fortes para homens e mulheres”, disse Maxime em entrevista.

Seu currículo é muito bem conceituado no mundo fashion. Até 2015, Maxime e sua marca eram muito esperados nas semanas de moda. Após esta data, o estilista optou por dar uma pausa e reapareceu quase um ano depois, com uma linha de roupas esportivas de peças masculinas: M.X Maxime Simoëns. 

Veja alguns de seus trabalhos no mundo internacional da moda:

 

AZZARO | HISTÓRIA DA MARCA

Loris Azzaro, filho de italianos, nascido em 9 de fevereiro de 1933, em Túnis, Tunísia, criou sua marca na capital parisiense, em 1962, no emblemático endereço número 65 da Rue du Faubourg Saint Honoré, que até hoje sedia sua primeira maison.

Apesar da criada em 62, Loris só foi reconhecido em 68, após desenhar um lindo vestido com círculos vazados no decote. O decote denominado de “8”, até hoje é marca registrada do estilista. Esta peça alavancou sua carreira e permitiu que Azzaro conquistasse a fama no meio da elite francesa. Suas criações eram simples e futuristas, mas com um toque de strass e lantejoulas, alcançando o conceito de que a mulher que o vestisse seria glamurosa e sexy.

Reconhecido pela sociedade francesa, Loris foi além ao presentear famosos com suas criações, com o intuito de sair de vez do anonimato. Assim conquistou a cabeça de grandes influenciadores da época, apareceu em publicações e atingiu revistas como Vogue, Elle e Marie Claire.

Sua excentricidade vem das suas origens africanas, e mantê-las foi o que fez Loris se destacar e alcançar a consagração em meio ao mercado da moda e as estrelas do cinema: Sophia Loren, Angies Bowie, Nicole Kidman e outras celebridades.

Só em 1970, após descobrir o mundo da perfumaria de luxo, Loris embarcou na criação de perfumes famosos que seguiam sua linha de originalidade e sofisticação.

Após uma vida de muito trabalho e glamour, Azzaro faleceu m 2003, aos 70 anos de idade. Como de costume, suas criações se valorizaram e tornaram-se verdadeiros tesouros da moda.

Apesar de sua morte, seu nome continua a brilhar e conquistar pessoas. A marca seguiu encantando nos tapetes vermelhos. Teve um momento de “baixa”, mas rapidamente voltou aos holofotes. Como prova, temos o filme “O Diabo Veste Prada”, onde a marca foi citada e inclusa em um desfile encenado. Em seguida, Mathilde Castello Branco assumiu as criações da grife, posteriormente assumidas pelos espanhóis Arnaud e Alvaro, em 2013.

Um fato que chama a atenção é que mesmo após ter conquistado tanto glamour, sofisticação e muitas celebridades, a Loris Azzaro nunca integrou o exclusivo mundo da alta costura. Conhecida como prêt-à-porter de luxo, a marca assina sua linha de grife como Azzaro Couture. Porém, este nome representa bem mais que isso, composto de prêt-à-porter feminino e masculino, moda praia, sapatos, perfumes e acessórios como lenços, bijuterias, óculos, relógios e gravatas.

Você também vai gostar!

Sem Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.