O QUE VOCÊ JÁ FEZ PELA BELEZA? – TRATAMENTOS ESTÉTICOS E PROCEDIMENTOS – Blog da Dominique do Valle
BELEZA E CUIDADOS LIFESTYLE

O QUE VOCÊ JÁ FEZ PELA BELEZA? – TRATAMENTOS ESTÉTICOS E PROCEDIMENTOS

Estava conversando com umas amigas e achei o assunto interessante e bem atual para puxar aqui. Afinal, quantas pessoas você conhece que já fizeram algum tipo de tratamento/procedimento estético? Elas gostaram? Não vivem sem ou se arrependem? E você?

V. disse:
Fiz alongamento nas unhas e me arrependi! Estou tão chateada. Minhas unhas estão mais frágeis do que antes. Não crescem por nada. Péssima escolha…

S. completou:
Que horror! Eu nunca fiz. Mas há uns 6 meses uso cílios fio a fio. Era tão prático e útil que deixei de fazer o básico de make para a academia, sabe? Tipo um rímel, pelo menos. Aliás, me sentia tão bem que deixei até o corretivo de lado nessas ocasiões. Me achava linda “ciliuda”. Até que nossos horários começaram a se desencontrar e não tive mais como fazer a manutenção no tempo certo.
Resolvi tirar tudo e não colocar mais. Resultado: meus cílios estão ralos e retos! Durante o uso, caíram muito e eu não tinha percebido. 

B. contou:
Nem me fale! Vocês sabem que eu adoro um procedimento, né? Não posso ver uma novidade que se deixar viro “drag” – achei muito espirituoso kk.
Daí fiz a tal da bichectomia, engordei e nunca vi o resultado. Até aí a culpa foi minha, admito.
Só que agora que emagreci, percebi que ficou meio caído. Procurei saber mais e vi relatos de pessoas contando que isso acontece real!! Tem até um estudo sobre isso, falando que é prejudicial para a funcionalidade das bochechas, principalmente na velhice, porque a tendência é perder cada vez mais gordura, genteee!

P. finalizou a lista de arrependimentos do dia:
E eu que gastei a maior grana num pacote de “queima de gordura abdominal” e agora parece que tenho um tijolo na região do umbigo??!!
Eles colocam uma máquina que suga a gordura e acho que pelo formato do troço, ele acabou moldando o restante da gordura local. Ou seja, perdi um pouco do volume e o que ficou, ficou retangular. Socorro! Hahaha.
Sabem o pior??? Consultei com um plástico e ele disse que só se desfaz com lipo. Eu mereço!!

UAU! Foi o primeiro pensamento que tive. Seguido de: ainda bem que nunca me atraio por essas coisas. Aliás, entre as marcas que solicitam parcerias, já fiz contrato com uma estética – que confio muito-, mas logo depois do meu episódio de câncer (e o procedimento não tem influência nisso), quis deixar tudo o mais natural possível – o tipo de cuidados e consequentemente o meu corpo.

 

PEQUENOS “DEFEITOS” NATURAIS X DANOS PÓS USO

Imperfeições na pele, estrias, celulite, pequenas marcas de expressão, sobrancelhas ou cílios ralos (ou não “cheios” o suficiente) são motivo para insatisfação geral. Não julgo ninguém, porque realmente acredito que tenham pessoas que se sintam verdadeiramente tristes por terem esses “defeitos“. Também acredito que não há nenhuma carga emocional negativa na escolha de aplicação de botox preventivo e esse tipo de coisa – não há problema em ser feliz em se sentir linda! Eu mesma nunca apliquei, mas não me oponho. No momento uso cremes preventivos e me sinto ótima.
Estamos falando de excessos e atos que transtornam e prejudicam a saúde física e mental, como os relatos das minhas amigas que se sentiram lesadas após o consumo desses serviços.

 

SE SENTIR “FEINHA”, ÀS VEZES É NORMAL

Quantas vezes você já saiu do banho, se viu no espelho e detestou um pneuzinho? Já percebeu as vezes que mudou de roupa porque não se sentiu adequada para usar? Já se obrigou – sim, porque é bem chato – a usar maquiagem no rosto (base, pó…) para ir na academia? Ou reparou no dia que devolveu o vestido – lindo – para a moça do provador – com dó – só porque “roupa de alcinha não cai bem” nos seus braçosroliços“? 

Essa é a questão! O sentimento que isso causa. Perceba quanta negação ao que temos de mais precioso: o nosso corpo, o nosso templo. Aquele que nos representa (é a nossa figura para o mundo), nos leva para onde queremos, que dança nas melhores festas das nossas vidas. Que nos proporciona momentos incríveis de conexão com outro alguém. Que tem o poder de gerar uma vida! Nosso corpo é poderoso! POR QUE TEMOS TANTA VERGONHA?

 

SER IMPERFEITA É LINDO!

Venho refletindo muito sobre isso e reconhecendo o poder de voz que tenho aqui, vim dizer que VOCÊ É LINDA! Que você é perfeita do jeito que é. Saiba disso. Se ame.
Não precisa colocar lentes de contato nos dentes, nem fazer clareamento para amar o seu sorriso. Você não precisa fazer lipo, dieta, crossfit, para ter o direito de usar um vestido de alcinhas. Não precisa de cremes ou seja lá o que for, para se sentir bem com um biquini cavado ou um shortinho.
Você é linda do jeito que é!

A verdade é que quanto mais buscamos a perfeição, mais imperfeitas ficamos. A cada “item” para ficarmos “mais bonitas”, vamos nos ferindo por dentro. Machucando o nosso ego, nossa autoconfiança. Vamos esquecendo de quem somos e do real sentido da beleza – ser feliz, se sentir bem e estar inteira – e de onde ela vem – de dentro.

O fato é que essas “ondas” de tendências estéticas surgem aos montes e a gente sempre dá aquela pensadinha se deveria ou não fazer, né. Confesso que em algumas situações já pensei em aderir a uma dessas novidades. O que faço antes de tomar uma decisão é uma lista mental e separo os motivos fúteis – feat. inúteis – dos que realmente fazem sentido para mim, o que agrega para a minha essência.

 

FAÇA ESSAS 5 PERGUNTAS A SI MESMA

  1. Eu quero ou realmente preciso disso? 
  2. Isso vai mudar o meu estado de espírito ou posso fazer outra coisa para me sentir feliz com a minha imagem? (Terapia é vida!)
  3. Essa escolha pode vir a ter um peso negativo no futuro? (Muita gente não pensa, mas se fizermos tudo por modismo, em cinco anos estaremos todas insatisfeitas e bregas – já pensou nisso? Lembre-se que já foi moda fazer permanente e alisar os cabelos quimicamente e hoje o natural está em alta, que sobrancelhas muito finas e desenhadas eram lindas e hoje a tendência é um visual selvagem, o batom Snob, assim como o Heroine da MAC já tiveram seu tempo de glória e hoje o gloss reina. Então, vá com calma nas modificações, mana.) 
  4. Esse cuidado é para mim, para o meu bem-estar ou para que os outros me achem mais bonita e atraente?  
  5. Qual outro tipo de cuidado posso ter comigo, gastando esse mesmo valor? (Investir em um bom protetor solar facial, produtos para limpeza da pele, cremes preventivos, óleos prensados a frio, são itens essenciais para ter uma pele linda e saudável por anos).

 

Depois delas, paro e penso no sentido de ser alguém diferente do que sou. Não sou perfeita, mas REcolorir os meus lábios, tatuar minhas sobrancelhas, colocar um punhado de cílios, unhas artificialmente longas e menos gordura nas bochechas também não me deixariam perfeita – nem satisfeita. 

 

IMPERFEIÇÃO X INSEGURANÇA

A “perfeição” é uma percepção de si mesma. É o sentimento que fica ao enxergar a própria imagem. É a sabedoria para se compreender. É o amor próprio. É AUTOCONHECIMENTO. É AUTOACEITAÇÃO.
Quando penso por este lado vejo o quanto sou perfeita e você também é! Basta enxergar a coragem de ser quem somos.

 

GRATIDÃO É UM SENTIMENTO

Uma dica é a gratidão (palavra já “batida”, mas com um forte significado para mim: sentir a felicidade de estar grata). Diferente do agradecimento, a gratidão é um sentimento que te ilumina de dentro para fora. Não é simplesmente dizer “obrigada” para alguém que abriu uma porta para você ou segurou o elevador para dar tempo de você subir, é sentir a alegria e a imensidão daquele gesto singelo.

ENTÃO, CUIDADO

O mercado de beleza continua em crescimento. Faça uma análise de si e se descubra, redescubra e se reinvente. Quem você é? O que representa para o mundo? Quais as suas verdadeiras dores? Reflita e faça suas escolhas e caso tenha certeza que algum procedimento te faria verdadeiramente feliz, vá em busca! Procure profissionais qualificados e fuja daqueles que aumentam o seu problema (porque você já é perfeita, lembra?).

PRECISAVA DIZER

Fica aqui a minha admiração aos profissionais que não se perderam em busca de ascensão as custas de pessoas com baixa autoestima.
Vamos continuar vendo “pessoas reais”, além das artistas, buscando cada vez mais a “perfeição” inalcançável (acabei de perceber que o título deste artigo poderia ser “aspas”. Kkkk. Sorry).
Torço para que possamos ser cada vez mais livres dessas amarras do ideal (?).
CADA CORPO É UM CORPO. 
CADA PESSOA É UM MUNDO. 

Vamos fazer um combinado? Quando acabar esta leitura, se olhe no espelho e diga o quanto você é linda. O quanto é uma pessoa admirável. O quanto é forte. Que é iluminada. Sorria para você mesma e repita isso como um mantra, sempre que precisar.

Ahh aproveita e me segue no Insta @dominiquedovalle para ficarmos mais juntinhas! Me manda um direct falando que veio do blog. 🙂

Beijos, Dominique

 

 

 

 

 

 

 

Você também vai gostar!

Sem Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.